Logo do Fórmula 1 GP Brasil
 

Bem-vindo ao único site oficial do F1 Grande Prêmio de São Paulo

Turquia: Vitória de Bottas e liderança para Verstappen

Por Castilho de Andrade

     A pista molhada do começo ao fim do GP da Turquia foi uma corrida sem grandes duelos, mas com resultado indefinido até o final. Ninguém sabia se o traçado ficaria seco para utilizar pneus slick. E nessa dúvida, Valtteri Bottas saiu da pole para segurar o primeiro lugar até o final, fazendo inclusive a melhor volta, seguido por um acomodado Max Verstappen. Lewis Hamilton terminou em 5º. 

      Max Verstappen voltou a liderar o Mundial e abriu uma vantagem de seis pontos sobre Hamilton – 262,5 a 256,5 – enquanto a Mercedes está na frente no Mundial de Construtores – 433,5 a 397,5 – sobre a Red Bull e o campeonato, portanto, faltando seis corridas, está totalmente em aberto. Só será decidido mesmo na reta final. 

       Os pilotos correram com pneus intermediários toda a prova e, quem quisesse, poderia abrir mão da troca obrigatória. Charles Leclerc ensaiou essa tática que não deu certo e ele foi obrigado a parar. Uma tentativa mais radical foi de Sebastian Vettel, trocando o intermediário por pneus lisos. O carro só escorregava e ele fez outra parada para voltar aos intermediários. 

        Lewis Hamilton terminou a corrida irritado porque preferia tentar chegar ao final com um único jogo de pneus. A Mercedes optou pela troca. Em tese, a situação não mudaria mesmo. O mais provável é que, mesmo se permanecesse na pista, ele terminaria em quinto, correndo o risco de derrapar ou ter um pneu furado. 

         A vitória chegou em boa hora para Bottas, a décima de sua carreira e a primeira em 2021. No ano que vem, ele trocará a Mercedes pela Alfa Romeo. E, no final de semana, surgiu a informação de que a Sauber, equipe que corre com a marca Alfa, estaria sendo adquirida por Michael Andretti e que já teria até escolhido o segundo piloto, o americano Colton Herta. A notícia não foi confirmada e agitou a Fórmula 1. Se confirmada a mudança, Bottas chegará com mais moral à escuderia. 

         O Mundial terá agora a sequência de corridas nas Américas, começando por Austin, nos Estados Unidos, 24/10 e depois seguirá para o México (7/11) e GP de São Paulo de F1 (14/11). Depois virão as três provas finais no Oriente Médio. 

Castilho de Andrade é jornalista especializado em automobilismo e diretor de imprensa do Formula 1 Grande Prêmio de São Paulo.

COMPRE SEU INGRESSO